ACC-foto01

Baden Powell e seu Violão

Baden Powell nasceu no dia 6 de Agosto de 1937 na cidade de Varre-Sai no estado do Rio de Janeiro. Filho de Lilo de Aquino e Adelina Gonçalves, seu nome foi uma homenagem ai ídolo do pai, Robert Stephenson Smyth Bande Powel, fundador do escotismo.

A familia muda-se para o Rio de Janeiro e é onde começa a acompanhar as rodas de choro organizadas por sei pai, Pixinguinha e Donga também eram conhecidos que frequentavam a casa. Aos oito anos encantou-se com o violão de sua tia, e foi ao esconde-lo debaixo da cama que o pai lhe deu as primeiras lições no instrumento, e mais tarde, aulas com Jayme Florence, o Meira, violonista do Regional do Canhoto.

Avançando rapidamente no aprendizado do instrumento vai adquirindo notoriedade e aos 15 anos de idade, com autorização do juizado de menores, começa a atuar profissionalmente nos bares da cidade.

Apresentando Baden Powell e seu violão foi o seu primeiro disco, lançado em 1959, com repertório composto de músicas que fizeram parte das suas influências, de Carinhoso até os standards de jazz como Stella by Staelight. Foi também no mesmo ano que surge o primeiro sucesso, Samba Triste, da parceria com Billy Blanco.

Em 1960, durante um show de Tom Jobim e Ary Barroso, que Baden conhece o maior parceiro de toda sua carreira, Vinicius de Moraes. A parceria logo se tornou uma forte amizade, com os dois passando noites regadas a muito uíesque, compondo muito e jogando conversa fora. Durante os tempos de parceria, músicas como Samba em Préludio, Berimbau, Canto de Ossanha, essa última que faz parte do disco de 1966, Os Afro-Sambas.

Vai pela primeira vez a Paris em 1963 e com a colaboração de Vinicius de Moraes começa a construir carreira internacional, se expandindo durante a década de 70, quando vai ao Japão, fazendo turnês e gravando discos.

Durante a década de 80 muda-se com a família e vai morar em Baden-Baden na Alemanha, dividindo seu tempo ensinando música aos filhos Philippe e Louis-Marcel, dessa parceria em família resulta no disco Baden Powe e Filhos.

Morre em 26 de setembro de 2000 após um mês de internação em decorrência de pneumonia, porém seu legado à música popular brasileira ultrapassa o tempo e o torna literatura da nossa música.


Baden Powell – Programa Ensaio TV Cultura

 

 

Bruno Nascimento
Bacharelado em Música Popular pela UFRGS e técnico em trompete pelas Faculdades EST atua como professor de música e instrumentista em Porto Alegre e região metropolitana.
CompartilheShare on FacebookShare on Google+Email this to someonePrint this page

Deixe uma resposta