O Complexo e fascinante mundo de produzir música
Projeto Cultura Online! Pesquisa e Educação Musical

Uma das ansiedades que mais observo em quem está começando no mundo da produção musical é a de saber sobre fórmulas, conceitos e truques. O problema é que fazer e produzir música não é exatamente uma ciência precisa. Claro, há livros, técnicas, cursos e tudo mais à nossa disposição, mas no frigir dos ovos é a subjetividade que nos ajuda nesse processo todo. Então, elenquei abaixo dicas essenciais pra você que quer entrar de cabeça nesse mundo de diversão que é produzir um fonograma, um EP, um disco, quer seja em casa ou num grande estúdio.

Ouça todo e qualquer tipo de música

Escutar de tudo e sem preconceitos é essencial para que a gente entenda as características de cada estilo musical. Quanto maior for teu leque de conhecimento de sons, mais ferramentas terás à tua disposição. Ouça até estilos dos quais tu não gosta!

Entenda que não é fácil e não tem fórmula

Produzir uma música ou um disco é um processo difícil, doloroso e que não tem fim. Tem uma brincadeira entre produtores e técnicos de som que diz: a gente não termina uma mix, abandonamos ela.

 Analise detalhadamente produções que tu considera boas

Ter referências das melhores coisas de que temos disponível e analisá-las em minuscias nos traz luz e ideias à muitas coisas.

Estude

Livros ensinam mais e melhor do que videos da internet. Portanto, leia-os! Existe uma boa bibliografia sobre todos os assuntos que envolvem produção musical.

Compartilhe e compare  seus trabalhos

É muito comum termos ”vergonha” de mostrar nossos primeiros trabalhos, mas isso pode atrasar teu processo de evolução. Sempre que der, compartilhe com pessoas que você acha que poderão te ajudar a melhorar. E compare com produções que tu acha boas.

Desconfie de fórmulas prontas, receitas e conselhos certeiros e entenda o que estás fazendo

Confie no seu ouvido, nenhuma fórmula é mais precisa do que ouvir o que está sendo feito. E saiba exatamente como funciona seus equipamentos e tudo o que envolve produção.

Escolha equipamentos um pouco melhores

Se vamos investir, que seja em algo que vá durar e te dê resultados satisfatórios. Com uma DAW um pouco melhor, bons fones ou caixas de referencia, um bom computador e um microfone decente é possível fazer chover – se tiver o plug in  certo!

Tenha bem solidificado os conceitos básicos de audio

Sem esses conceitos básicos, vai ser bem mais difícil obter bons resultados.

Saiba teoria musical

Um produtor não precisa ser necessariamente músico ou um instrumentista virtuose, mas conhecer teoria musical facilita todo o processo e te faz falar a mesma língua dos músicos.

 

Esqueça as tendências

Faça a música que você quiser fazer. Seguir modismo não vai te fazer melhor nem pior.

Use filtro

Não, não é o solar, mas use e abuse de filtros de EQ de altas e baixas. Um dos erros mais comuns em mixagens é o congestionamento de bandas de frequência.

Plugins não salvam nada

Se não souber como usar compressão, equalização, reverbs, não use. Eles não salvam o som.

Esqueça por enquanto a masterização

A masterização de um som só vai ser boa quando todos os processos anteriores forem ótimos. Ela é a ultima etapa – e não menos importante, claro. Mas, por enquanto, não se preocupe com ela.

Produzir música é resolver problemas

A maioria dos grandes produtores que conheço são incríveis porque já passaram pela mesma situação inúmeras vezes e sabem como contorna-la.

TRABALHE COM AS FERRAMENTAS QUE VOCÊ TEM

Quando eu era adolescente, no final do século passado- e comecei a querer gravar músicas – o que eu tinha em casa era uma guitarra, um som DOUBLEDECK (duas fitas K7) e um fone de ouvido. Descobri que ligando o fone na entrada de micfronoe conseguia gravar o que entrava pelo fone. Grava numa fita, trocava de deck, botava outra fita, dava play na anterior e gravava por cima. Desde então, percebi que a gente pode gravar som com parcos recursos. Crie formas de fazer o que tá na tua cabeça!

PRATIQUE E ARRISQUE

No final das contas, a gente só aprende botando a mão na massa mesmo.  Quanto mais você pratica, melhor fica. Existem inúmeros jeitos de fazer a mesma coisa.  Descubra o seu jeito.

Divirta-se

Fazer música é como cozinhar: teu estado de espirito infuencia diretamente no resultado final Por isso, sempre divirta-se!

× Dúvidas?